A beleza não elimina a tragédia, mas a torna suportável.

sexta-feira, 23 de dezembro de 2011

Boas Festas! Reflitam:

  "Ser feliz é sentir o sabor da água, a brisa no rosto, o cheiro da terra molhada. É extrair das pequenas coisas grandes emoções. É encontrar todos os dias motivos para sorrir, mesmo se não existirem grandes fatos. É rir de suas próprias tolices.
É não desistir de quem se ama, mesmo se houver decepções. É ter amigos para repartir as lágrimas e dividir as alegrias.
É ser um amigo do dia e um amante do sono. É agradecer a Deus pelo espetáculo da vida"... 


- Augusto Cury

quarta-feira, 21 de dezembro de 2011

Inspire-se

Sinta o cheiro da luz
E a claridade das flores
Sinta o calor da chuva
Tome um banho de sol
Alimente-se de ar e respire o alimento
Beije as pessoas com palavras
Ouça o silêncio
Beba um sorriso e ofereça o seu
Não perca uma gota
Forme canções com gestos
Escreva com os pés
Não busque explicação para tudo
Justifique sua existência
Não peça nada, mereça tudo
Esteja, não seja
Morra de amor
Viva, antes de morrer.
 
(Victor Chaves)


“A interpretação dos Sonhos”


Era pelo fim do outono de 1902. Sentado sob os antiqüíssimos castanheiros dos bosques de Viena eu lia um livro. Tão absorvido estava pela leitura que mal percebia o tempo passar.
O livro havia me caído às mãos, despretensiosamente, mas me capturava profundamente. Tratava-se de “A interpretação dos Sonhos” do Dr. Sigmund Freud. Li-o atentamente. Senti que algo em mim se apresentava como uma necessidade tremenda de olhar nos olhos deste homem. Como não podia, resolvi escrever-lhe uma carta pedindo que avaliasse minhas intenções de me juntar a ele na investigação da mente humana. Na carta registrei meus pensamentos e minha disposição para penetrar na complexa existência humana.
Após algumas longas semanas obtive a resposta.
Viena, 1908.
 
 Viena, 17 de fevereiro de 1903.
Prezadíssimo Senhor
Sua carta alcançou-me apenas há poucos dias. Quero agradecer-lhe a grande e amável confiança. Pouco mais posso fazer. Não posso entrar em considerações acerca da feição de seus projetos, pois sou alheio a toda e qualquer intenção crítica, à projeção de uma vida. Não há nada menos apropriado para tocar num projeto de vida do que palavras de crítica, que sempre resultam em mal-entendidos mais ou menos felizes. As coisas estão longe de ser todas tão tangíveis e dizíveis quanto se nos pretenderia fazer crer; a maior parte dos acontecimentos é inexprimível e ocorre num espaço em que nenhuma palavra nunca pisou. Menos suscetíveis de expressão do que qualquer outra coisa são os projetos de vida; tratam-se de seres misteriosos cuja vida perdura, ao lado da nossa, efêmera.
Depois de feito este reparo, dir-lhe-ei ainda que suas idéias não possuem feição própria, somente acenos discretos e velados de singularidade. É o que sinto com a maior clareza no último parágrafo onde o senhor afirma ter a intenção de penetrar a alma humana e dela retirar tudo o que nela há. Aí, algo de peculiar procura expressão e forma. Algo como uma gravura que não sentiu o peso do pincel e a limitação da coloração.
No parágrafo mais íntimo de sua carta, há talvez uma espécie de parentesco com um grande solitário que esteja pedindo expressão. No entanto, as idéias nada têm ainda de próprio e de independente.
Sua amável carta não deixou de me explicar certa insuficiência que senti ao ler suas idéias sobre o inconsciente. Pergunta-me se pode ser um bom psicanalista. Pergunta-o a mim? Pois bem, usando da licença que me deu de aconselhá-lo peço-lhe que deixe tudo isso. O senhor está olhando para fora, e é justamente o que menos deveria fazer neste momento. Ninguém o pode aconselhar ou ajudar, ninguém. Não há senão um caminho. Procure entrar em si mesmo. Investigue o motivo que o manda aventurar-se nessa tarefa; examine se estende suas raízes pelos recantos mais profundos de sua alma; confesse a si mesmo: morreria, se lhe fosse vedado penetrar no âmago do desconhecido? Isto acima de tudo, pergunte a si mesmo na hora mais tranqüila de sua noite: "Sou mesmo forçado a me dedicar ao humano?" Escave dentro de si uma resposta profunda.
Se for afirmativa, se puder contestar àquela pergunta severa por um forte e simples “sou”, então construa a sua vida de acordo com esta necessidade. Sua vida, até em sua hora mais indiferente e anódina, deverá tornar-se o sinal e o testemunho de tal pressão. Aproxime-se então da natureza do homem. Depois procure, como se fosse o primeiro homem, dizer o que vê, vive, ama e perde.
Não pense somente na pureza d’alma. Um de seus parágrafos demonstra sua parcial compreensão da Psicanálise a respeito disso. Tudo compreender não é tudo perdoar. Pelo contrário! A psicanálise nos ensina não apenas o que podemos suportar, mas também o que devemos evitar. Ela nos diz o que deve ser eliminado. A tolerância para com o mal não é de maneira alguma um corolário do conhecimento.
Não pense o senhor que o psicanalista está acima de tudo, acima inclusive dos preconceitos. Lembre-se que Aquiles seria insuportável, não fosse por seu calcanhar. Não se esqueça que nossos complexos são a fonte de nossa fraqueza; mas com freqüência são também a fonte de nossa força.
Pense sempre em relatar para si suas mágoas e seus desejos, seus pensamentos passageiros, sua fé em qualquer beleza - relate tudo isto com íntima e humilde sinceridade. Utilize, para se analisar, as coisas de seu ambiente, as imagens de seus sonhos e os objetos de suas lembranças. Se a própria existência cotidiana lhe parecer pobre, não a acuse. Acuse a si mesmo, diga consigo que não é bastante presente em seu tempo para extrair as suas riquezas. Lembre-se sempre que sua infância, presente em seus minutos atuais, é uma esplêndida e régia riqueza, um tesouro. Volte a atenção para ela. Procure soerguer as sensações submersas desse longínquo passado: sua vida há de reforçar-se, sua solidão há de alargar-se e transformar-se numa habitação entre lusco e fusco diante da qual o ruído dos outros passa longe, sem nela penetrar. Se depois desta volta para dentro, deste ensimesmar-se, ainda pensar que pode aventurar-se nas agruras do mundo, não mais pensará em perguntar seja a quem for se pode ser um psicanalista.
Uma análise é boa quando nasceu por necessidade. Neste caráter de origem está o seu critério, o único existente. Também, meu prezado senhor, não lhe posso dar outro conselho fora deste: entrar em si e examinar as profundidades de onde jorra a sua vida; na fonte desta é que encontrará a resposta à questão de saber se deve dedicar-se a esta tarefa árdua na direção do desconhecido. Aceite-a tal como se lhe apresentar à primeira vista sem procurar interpretá-la imediatamente. O Psicanalista com efeito, deve ser um mundo para si mesmo a explorar.
Mas talvez se dê o caso de, após essa descida em si mesmo e em seu âmago solitário, ter o senhor de renunciar a se tornar psicanalista. (Basta, como já disse, sentir que se poderia viver sem esta aventura para não mais se ter o direito de fazê-lo). Mesmo assim, o exame de consciência que lhe peço não terá sido inútil. Sua vida, a partir desse momento, há de encontrar caminhos próprios. Que sejam bons, ricos e largos é o que lhe desejo muito mais do que lhe posso exprimir.
Que mais lhe devo dizer? Parece-me que tudo foi acentuado segundo convinha. Afinal de contas, queria apenas sugerir-lhe que se deixasse chegar com discrição e gravidade ao termo de sua evolução. Nada a poderia perturbar mais do que olhar para fora e aguardar de fora respostas a perguntas a que talvez somente seu sentimento mais íntimo possa responder na hora mais silenciosa.
Restituo-lhe ao mesmo tempo a carta que me veio confiar amigavelmente. Agradeço-lhe mais uma vez a grandeza e a cordialidade de sua confiança. Procurei por meio desta resposta sincera, feita o melhor que pude, tornar-me um pouco mais digno dela do que realmente sou, em minha qualidade de estranho.
Com todo o devotamento e toda a simpatia
Seu, Sig Freud
 
Obs. Esta carta que nunca foi escrita, com esses propósitos e para essa pessoa, na verdade é uma adaptação inspirada nas “cartas a um jovem poeta” de Rainer Maria Rilke e na entrevista concedida por Freud à George Sylvester Viereck.




quinta-feira, 15 de dezembro de 2011

Cápsulas de chá verde acelera o metabolismo e inibe a fome


Quem já experimentou confirma: O chá verde é um poderoso emagrecedor! Mas não é todo mundo que consegue encarar o gostinho amargo da bebida. Algumas pessoas chegam a sentir náuseas só de colocar um gole na boca. Se você é uma dessas, pode comemorar! Agora é possível consumir o chá verde em cápsulas, e o melhor, uma cápsula equivale a mesma quantidade de xícaras exigidas por dia, para perda de peso!

Chá verde em cápsulas funciona?
Sim! até mais que a bebida. Isso porque as cápsulas são o extrato da planta, mais concentrado. Uma única cápsula equivale a 6 xicaras de chá verde. Além disso, a bebida se não for preparada corretamente, perde todos compontes ativos, os que irão fazer perder os quilinhos extras.

Cápsulas de chá verde para emagrecer
Realmente as cápsulas de chá verde são uma ótima opção para emagrecer, mas a escolha do produto que irá fazer a diferença. Depois da mídia destacar algumas famosas, fãs das cápsulas de chá verde, o mercado ficou lotado de produtos, um prometendo mais que o outro. Para acerta na escolha veja nossas dicas:

De olho na quantidade - Quando você vê na embalagem "contém 600 mg" ou "500 mg por cápsulas" preste atenção se este peso não se refere ao peso total da cápsula, e não da quantidade de chá verde, muitas empresas usam esta tática. O chá verde além de ser uma matéria prima importada (a planta é nativa da Ásia) é também muito cara, por isso, desconfie de produtos que alegam grandes quantidades, para não comprar gato por lebre.

Sem cafeína, não adianta - O que faz do chá verde um poderoso emagrecedor, é exatamente a cafeína, encontrada nele. Mas existem alguns produtos de chá verde, sem cafeína, talvez por que algumas pessoas tem receio de consumir a substancia. A cafeína é um poderoso termogênico, porque ativa o metabolismo e ajuda na queima da gordura, além disso, também age no sistema nervoso, inibindo a fome.

Sem misturas - Alguns fabricantes, para aumentar o peso das cápsulas, misturam o chá verde a outros componentes. Dê preferência a produtos com chá verde puro, além de ser mais concentrado, geralmente não é necessário tomar várias cápsulas ao dia.

E a catequina? - Você sabe o que é catequinas? É outra substância que faz do chá verde um emagrecedor, ela também é responsável pela termogênese, aumenta o gasto energético, diminui a gordura acumulada no corpo, principalmente da região abdominal, ou seja, a catequina que irá deixar você com a barriguinha lisinha.

Atenção - As cápsulas de chá verde, quando 100%puro, utilizam as folhas da planta secas transformadas em pó, por isso geralmente não precisa de receita médica. Mas em casos de pessoas que sofram de pressão alta, problemas cardíacos ou alguma doença, é necessário consultar o médico antes do uso.

Chá verde em cápsulas onde comprar
Em lojas de produtos naturais, supermercados como: Americanas, Magazine Luíza, etc..., na internet (na rede a quantidade de produtos é infinita, na hora de escolher o produto leve em conta vários fatores como: empresa, preço, qualidade do produto, origem da matéria prima.), farmácias de manipulação (procure as de confiança, para ter certeza que dentro da cápsula terá realmente o chá verde).

Chá verde em cápsulas preços
Os preços variam de R$10 a R$50 em média, mas fique atenta com produtos muito barato, as vezes pode acabar saindo mais caro para sua saúde.


Esqueça os malabarismos e invista nos dez mandamentos básicos do sexo

   Para o sexo ser inesquecível, excitação não basta. E impressionar não significa inventar malabarismos, que só constrangem. Para serem considerados bons de cama, homens e mulheres precisam dar o melhor de si na relação amorosa e ao mesmo tempo, proporcionar o máximo prazer à outra pessoa. Para se aperfeiçoar, o primeiro passo é conhecer os dez mandamentos básicos do sexo. Homens e mulheres, vejam as dicas para uma desempenho perfeito na pagina UOL Estilo.Comportamento. Depois é só colocar em prática! Boa sorte!
http://estilo.uol.com.br/comportamento/ultimas-noticias/2011/11/18/esqueca-os-malabarismos-e-invista-nos-dez-mandamentos-basicos-do-sexo.htm

Martha Medeiros, em: Coisas da vida

 "Quero fazer uma homenagem aos excluídos emocionais, os que vivem sem alguém para telefonar no final do dia, os que vivem sem alguém com quem enroscar os pés embaixo do cobertor. São igualmente famintos, carentes de um toque no cabelo, de um olhar admirado, de um beijo longo, sem pressa pra acabar.
A maioria deles são solteiros, os sem-namorado. Os que não têm com quem dividir a conta, não têm com quem dividir os problemas, com quem viajar no final de semana. É impossível ser feliz sozinho? Não, é muito possível, se isso é um desejo genuíno, uma vontade real, uma escolha. Mas se é uma fatalidade ao avesso – o amor esqueceu de acontecer – aí não tem jeito: faz falta um ombro, faz falta um corpo. (...)
A boa notícia: você não é um sem-trabalho, sem-estudo e sem-comida – é apenas um sem-paixão. Sua exclusão pode ser temporária, não precisa ser fatal. Menos ponderação, menos acomodação, e olha só você atualizando sua carteirinha. O clube segue de portas abertas."

Martha Medeiros.

quarta-feira, 14 de dezembro de 2011

Boas Festas!


 Chegamos enfim a mais um “final de ano” e nesta ocasião as pessoas costumam ter seu coração tocado por alguns sentimentos e muito deles transcende nosso entendimento!
Isso é bom? Acredito que sim. As pessoas enxergarem seus erros, suas falhas, suas omissões, sua falta de fé e amor mesmo que tardia, e se redimir é digno de reconhecimento e perdão.
Que estas mesmas pessoas (nós), possam no decorrer do “Ano Vindouro" serem melhores em todos os aspectos da vida e com o próximo também, que  pratiquem, exercitem e sejam únicas nas ações e não somente nas palavras.
A correria, o dia a dia  e nosso egoísmo nos têm deixado ocupados o “ano todo” para vermos ou fazermos algo em prol do nosso irmão, da nossa comunidade e até mesmo da nossa família.
Que possamos ‘dar’ o melhor de nós, começando pelos nossos laços sanguíneos e com a ajuda de Deus prosseguir em nossa comunidade, ajudando um número maior de pessoas que necessitam seja de uma roupa, de uma palavra, de um abraço ou um afago.
Peço a Deus neste “Ano” que termina que ele me conceda discernimento, perseverança e fé para colocar em pratica não somente meus desejos, mas os dele também. Que ele faça de mim seu instrumento. Que eu possa servi-lo e amá-lo sob todas as coisas do céu e da terra.
Desejo a todos que o Natal e Ano Novo sirvam para reverem condutas e melhorarem naquilo que acharem necessário. E principalmente que não deixem de verem a vida e seus desígnios como crescimento, amparados em Deus Pai.
“Tudo posso naquele que me fortalece!” Que saibamos reconhecer nestas simples palavras a grandeza da nossa vitória ao adotá-la e segui-la. Ela vem carregada de uma verdade absoluta e de uma fé inabalável num ser supremo que rege nossos passos e nos ampara em nossas adversidades.
Feliz Natal e próspero Ano Novo a todos que fizeram do "Blog" um espaço para reabastecer as energias, um cantinho de diversão, um lugar de desabafo, um membro da família. Saúde e muita paz.
Que as bênçãos de Deus sejam infinitas sobre nós e nossa família, abastecidos com amor, fé e sensibilidade.
Que os sentimentos nobres provocados pela data não sejam esquecidos com o passar da mesma. Que possamos viver em comunhão com nossos irmãos fazendo das desigualdades referenciais de ajuda e crescimento espiritual.
Que o verdadeiro espírito do natal seja propagado, exclamado e vivenciado em atos, palavras e ações. Que seja pleno de amor, doação, caridade e verdade.
Que não só de presentes seja feito essa data, mas da verdadeira historia de Cristo Jesus, 'salvador do mundo que se fez homem pela remissão dos nossos pecados!' Que a historia seja passada aos nossos filhos, aos filhos dos nossos filhos... Assim seja!

Feliz Natal!

Próspero Ano Novo!

Paz! Saúde! Amor! Felicidade!

Raquel Fernandes

segunda-feira, 12 de dezembro de 2011

Dicas de Leitura!

Fabrício Carpinejar em seu livro de crônicas "MULHER PERDIGUEIRA",  consegue fazer uma explanação sobre a dor, o amor, o silêncio e o prazer. 
No livro, ele cria sentido para o que não se vê, não tem cor, não pesa mas sentimos o desequilíbrio, não tem forma mas muda, não nomeamos mas existe.
Carpinejar consegue rasgar as histórias, enlaçar as almas, construir e destruir os sentidos sem deixar de falar sobre tudo aquilo que importa. 
Carpinejar aproxima-se do etéreo e atravessa as pessoas com lupa com 125 crônicas. 
Valor: 39 reais.
 "Casório?!"
O livro  fala sobre a vida de Lucy que um dia vai a uma cartomante que diz que ela irá se casar em breve, só que há um porém, ela nem tem namorado! 
Ela então parte em busca do noivo ideal e conhece Gus, bonito mas nada confiável, depois Chuck, um americano muito estranho. Ao mesmo tempo, ela ainda tem de lidar com o namoro da colega de apartamento com Daniel, seu amigo de infância e um grande paquerador.
O resultado é um enredo mais do que divertido, e, independente de ter ou não namorado, a leitora com certeza se identificará com algumas das situações. Se por acaso isso não acontecer, ao menos terá dado boas risadas durante as mais de 600 páginas.

Valor: 59 reais

 "A MENINA QUE ROUBAVA LIVROS."

Liesel Meminger, uma menina que, abandonada pela mãe, para não morrer igual a ela, nas mãos dos nazistas, acaba entregue a um casal alemão numa cidadezinha perto de Munique. Por três vezes Liesel encontrou a morte e por três vezes a venceu. Ainda não terminei de ler, mas já posso afirmar que é uma historia linda, cheia de garra, onde a menina procura se manter viva e salva através da leitura, é emocionante a busca  pela vida, a fome pelo saber e a maneira que coloca em risco a vida pelos livros.Vale à pena ler.
Valor: 39.90 reais
 *Preços consultados no site da Livraria Cultura.

domingo, 11 de dezembro de 2011

SALADA DE FRUTAS

Sugestões para você que assim como eu 'vive' de dieta, variar os alimentos acelera o metabolismo, e isso ajuda na queima de calorias. Além de deliciosa, a salada de frutas faz bem à pele e ao  intestino.

Frutas em pedaços, aproveito o caldo da laranja para adocicar, ou uma pequena colher de açúcar, ou seu adoçante preferido. 
Sugestão de combinações de frutas: 
1. banana + laranja + maçã + mamão. 
2. morango + uva + manga + kiwi
3. abacaxi + mamão + banana + passas + uvas verdes
4. manga + ameixa + banana + mamão papaya
5. damasco + manga + abacaxi.
Vai do gosto do freguês!
Para completar,  se você não está de dieta vale, água de coco, leite condensado, licor, ou groselha ou uma colher de chantilly ou bola de sorvete por cima. Muitos aprovam com guaraná, o que dá um gosto diferente.
Prefiro salada de frutas sem nada, além das frutas.

Experimentem!

quarta-feira, 7 de dezembro de 2011


Minha querida amiga Cândida postou estes versos no FaceBook, achei oportuno postá-los aqui também, afinal é um desejo que move outras pessoas, de várias formas! Nunca é demais compartilhar, seja lá ou aqui!! MUDANÇA...
'Estou com sede de mudanças,
mas não quero arrastar os móveis,
nem desentortar os quadros.
Quero desabitar meus hábitos...'

Marla de Queiroz


 "Quero viver enquanto estiver acesa, em mim, a capacidade de me comover diante da beleza. Essa capacidade de sentir alegria é a essência da vida."

Rubem Alves


segunda-feira, 5 de dezembro de 2011


 “Não sinto nada mais ou menos, ou eu gosto ou não gosto. Não sei sentir em doses homeopáticas. Preciso e gosto de intensidade, mesmo que ela seja ilusória e se não for assim, prefiro que não seja. Não me apetece viver histórias medíocres, paixões não correspondidas e pessoas água com açúcar. Não sei brincar e ser café com leite. Só quero na minha vida gente que transpire adrenalina de alguma forma, que tenha coragem suficiente pra me dizer o que sente antes, durante e depois ou que invente boas estórias caso não possa vivê-las. Porque eu acho sempre muitas coisas - porque tenho uma mente fértil e delirante - e porque posso achar errado - e ter que me desculpar - e detesto pedir desculpas embora o faça sem dificuldade se me provarem que eu estraguei tudo achando o que não devia. Quero grandes histórias e estórias; quero o amor e o ódio; quero o mais, o demais ou o nada. Não me importa o que é de verdade ou o que é mentira, mas tem que me convencer, extrair o máximo do meu prazer e me fazer crêr que é para sempre quando eu digo convicto que " nada é para sempre."

/Gabriel García Marquez*

 Mudar o curso da minha vida só para continuar na sua é desistir de mim para viver você!! Será que estou disposta???......

Raquel Fernandes...

Ola!!

Depois de curtir alguns dias de férias, estou de volta. Atualizarei o blog meninas e espero que gostem das postagens e fotos!! Aliás essas são das minhas férias! João de barro e sua obra perfeita!!




domingo, 13 de novembro de 2011

Sacrificios....

 "A experiência amorosa exige sacrifício. Não se ama para ser recompensado. O amor é sua própria recompensa. (...) É a experiência humana mais exigente; não é contrato, troca de favores, investimento, é entrega e compromisso. Do ‘sacrifício’ de amar nasce a mais perfeita alegria. Ninguém faz cara feia quando se sacrifica por amor. Não se trata de anulação, subserviência de quem ama, trata-se da morte do ego, tarefa a ser feita até o último suspiro."

(Adélia Prado)

Marla Queiroz

 Meu travesseiro acordou molhado…Não era a chuva, eram as minhas despedidas dos “sentimentos antigos, já confortáveis”…Viver tem dias muito nublados quando a simples existência nos dói nos ossos. É como mergulhar num mar que não dá pé quando nem se sabe nadar… Não julgo, não culpo o mundo, antes trago a responsabilidade pra mim e digo: ” o preço de uma alegria explodida no peito, é essa angústia sem um réu” (…)

sexta-feira, 11 de novembro de 2011

Viver

 Viver e ser abençoado por Deus com saúde e disposição é a melhor dádiva da vida, portanto vivamos intensamente! Nada de economizar nos sonhos, nos amores, nos objetivos, nas metas, nas realizações. A vida é do tamanho que a projetamos, os personagens só existem pq os criamos. Vamos fazer nossa parte e viver intensamente o HOJE. Amanhã é outro dia....

Raquel Fernandes

quinta-feira, 10 de novembro de 2011

Sonhar sempre.

 '' Sei que todos algum dia acordamos com a senhora desilusão sentada na beira da cama. Mas a gente vai à luta e inventa um novo sonho, uma esperança, mesmo recauchutada: vale tudo menos chorar tempo demais. Pois sempre há coisas boas para pensar. Algumas se realizam. Criança sabe disso''. 

- Lya Luft

É só esperar....

quarta-feira, 9 de novembro de 2011

Dicas para lavar roupa preta sem desbotar



  O tal do pretinho básico está sempre presente no guarda-roupa feminino. Mas e na hora de lavar roupa preta, como fazer para as peças não desbotarem rápido? As peças de roupa preta exigem atenção redobrada na lavagem e para evitar estragos, como manchas e desbotamento, é preciso conhecer alguns segredinhos básicos. Confira algumas dicas que podem facilitar a tarefa.
  Para lavar a roupa preta sem perder a cor, uma regra é jamais deixar as peças de molho. Quanto menos elas forem expostas ao sabão e ao sol, mais vão durar. Também é preciso ter cuidado com aquelas manchas esbranquiçadas que aparecem por causa do excesso de sabão e de amaciante, use moderadamente esses produtos. Se as peças ficarem manchadas, antes de lavá-las novamente, experimente passar uma escova de roupas. Muitas vezes são apenas resíduos de lavagem que saem facilmente com uma boa escovada.
  Evite a máquina de lavar se quiser manter a roupa preta sempre bonita. O atrito da máquina de lavar tira o pigmento da peça e ainda pode fazer aquelas bolinhas no tecido. Prefira lavar a roupa preta à mão, usando sabão neutro e lave sempre com outras roupas escuras. Deixe secar à sombra. Outro truque para a roupa preta não desbotar é acrescentar um pouco de sal ou vinagre durante a lavagem e o enxágue. Existem produtos especiais para manter a cor, mas o vinagre ou o sal estão sempre disponíveis em qualquer cozinha.

http://teste.dicasdemulher.com.br/como-lavar-roupa-preta-sem-perder-a-cor/







Tudo está certo, no seu lugar, cumprindo o seu destino.
E eu me sinto completamente feliz.
Mas, quando falo dessas pequenas felicidades certas,
que estão diante de cada janela, uns dizem que essas coisas não existem,
outros que só existem diante das minhas janelas, e outros,
finalmente, que é preciso aprender a olhar, para poder vê-las assim.
Cecília Meireles

terça-feira, 8 de novembro de 2011

Citando Nietzsche

Solidão! Por Chico Buarque

 Solidão não é a falta de gente para conversar, namorar, passear ou fazer sexo... Isto é carência.
 Solidão não é o sentimento que experimentamos pela ausência de entes queridos que não podem mais voltar... Isto é saudade. 
Solidão não é o retiro voluntário que a gente se impõe, às vezes, para realinhar os pensamentos... Isto é equilíbrio.     

Solidão não é o claustro involuntário que o destino nos impõe compulsoriamente para que revejamos a nossa vida. .. Isto é um princípio da natureza. 
Solidão não é o vazio de gente ao nosso lado... Isto é circunstância.

Solidão é muito mais do que isto. 
Solidão é quando nos perdemos de nós mesmos e procuramos em vão pela nossa alma....  
        
      Francisco  Buarque  de  Holanda

sábado, 5 de novembro de 2011

Prometo....


 
 "Prometo não te ligar
Não escutar aquela música
Não olhar pr'aquela foto que eu roubei de você.
Prometo nem mais te amar.

Segunda-feira eu começo."


Texto extraído do Crônicas digitais da Fernanda Mello.

O sentido da vida (Coisas da vida)

"Só quem nos conhece a fundo pode compreender o que nos revira por dentro, qual foi o trajeto percorrido para chegarmos neste exato ponto em que estamos, neste estágio de assombro ou alegria ou desespero ou sei lá, você que sabe em que pé andam as coisas. Se não nos conheceram, se não nos desvendaram, se ninguém aplicou um raio X na gente, então não existimos, o sentido da vida foi nenhum."


Transformando palavra em sentimento...

Eu gosto do texto escrito sob a vertente da paixão, por mais que esteja disfarçado de outro sentimento ou contexto. Gosto do segredo que a figura de linguagem esconde, insinua e enfeitiça, mais até pela sutileza do que pela própria revelação.
  Me cativa a expressão facial, a entrega, o envolvimento com o próprio coração. Tiro certo de quem finge não ser esta a intenção. Imagino que a contradição de se mostrar ou não, exige certa dose de paixão e ela vem velada por belas palavras, rimas e comparações.
  O escritor em questão é intenso e sabe esconder os próprios anseios, os reveste de ingenuidade, porem podemos notar na intensidade de suas emoções um ser inundado de sedução disfarçado de calmaria e contemplação. Às vezes tão inocente que nos passa despercebido a verdadeira razão de tamanha dedicação.
 Difícil não se apaixonar pelas palavras inspiradoras, pelas emoções e sentimentos tão bem escritos.
O silencio poético que emprega, me deixa confusa e cheia de indagações. Os trejeitos são de uma presa experimentando a liberdade em todas as suas versões, realmente é um ator em plena encenação! Admiro o ritmo acelerado do olhar, do sorriso, da fala, do amor.
 A intenção claramente escondida de justificar amores mal resolvidos e  decepções segue um caminho tortuoso e complicado, que só os gênios são capazes de lidar. A mim cabe apenas a capacidade de admirar, amar, desejar.
 Exalando tanto amor e escondendo tantos desejos o poeta é frágil e indefeso apesar dos disfarces. Acima de qualquer pergunta o que sobressai é a beleza, a inspiração, a sutileza dos versos e rimas que faz de nós pessoas cheias de amor, amor este que transcende a “calma!”

Raquel Fernandes

quinta-feira, 3 de novembro de 2011

Sobre a vida e a escrita

 " A vida não pode ser escrita a lápis.
Você não pode apagar um erro e corrigí-lo. 
Mas pode recomeçar em outra linha..." 

 Karen Krüger

Como colocar quadros na parede

 A disposição clássica para pendurar um quadroé centralizado acima do sofá, da cama de casal ou até mesmo de um aparador. Se quiser seguir essa tendência clássica, centralize o quadro tanto na largura como na altura em relação ao móvel. Para saber a posição ideal, divida ao meio o espaço entre o topo do móvel e o teto. Se preferir uma disposição mais moderna, fixe a tela a 5 cm da lateral do sofá, por exemplo.
As paredes livres, sem móveis encostados ou outros objetos interferindo, são ótimos locais para brincar com a composição de vários quadros. Você pode fixá-los em alturas diferentes, inclusive próximos ao piso.
Para causar uma boa primeira impressão nos visitantes, a dica é colocar um quadro no hall de entrada da casa. Fixe o quadro de maneira que fique centralizado e alinhado com o batente superior da porta. É possível ainda pendurar vários quadros em sequência na horizontal. Alinhe todos eles pelo alto da moldura e deixe de 8 a 10 cm de distância entre cada quadro.
Essa composição de quadros em sequência também pode ser usada em corredores, que inclusive, ficam muito bem com os quadros dispostos da mesma maneira que as paredes livres.
Cuidados com os quadros
Os quadros são objetos de decoração que merecem muitos cuidados. Por isso, se você mora em locais onde há bastante umidade, a atenção precisa ser redobrada. Fique atenta se ao retirar o quadro existem manchas na parede, pois isso é sinal de concentração de umidade. A umidade pode surgir também de infiltrações. Cuidado ao pendurar os quadros em paredes que recebem luz do sol diretamente, isso pode provocar o desbotamento das cores e ressecamento das tintas.

http://www.dicasdemulher.com.br/como-colocar-quadros-na-parede/
 
 

Caio F. Abreu

quarta-feira, 2 de novembro de 2011

 "Te desejo uma fé enorme.
Em qualquer coisa, não importa o quê.
Desejo esperanças novinhas em folha, todos os dias.
Tomara que a gente não desista de ser quem é por nada nem ninguém deste mundo.
Que a gente reconheça o poder do outro sem esquecer do nosso.
Que as mentiras alheias não confundam as nossas verdades, mesmo que as mentiras e as verdades sejam impermanentes.
Que friagem nenhuma seja capaz de encabular o nosso calor mais bonito.
Que, mesmo quando estivermos doendo, não percamos de vista nem de sonho a ideia da alegria.
Tomara que apesar dos apesares todos, a gente continue tendo valentia suficiente para não abrir mão de se sentir feliz.
As coisas vão dar certo.
Vai ter amor, vai ter fé, vai ter paz – se não tiver, a gente inventa.
Te quero ver feliz, te quero ver sem melancolia nenhuma.
Certo, muitas ilusões dançaram.
Mas eu me recuso a descrer absolutamente de tudo, eu faço força para manter algumas esperanças acesas, como velas.
Que 2011 seja doce. Repito sete vezes para dar sorte: que seja doce que seja doce que seja doce e assim por diante.
Que seja bom o que vier, pra você."

Caio Fernando Abreu.

Saudade de mim


"Estou com saudade de mim. 
Ando pouco recolhida, 
atendendo demais ao telefone, 
escrevo depressa, vivo depressa.  
Onde está eu? 
Preciso fazer um retiro espiritual 
e encontrar-me enfim -enfim, 
mas que medo de mim mesma." 


 Clarice Lispector

terça-feira, 1 de novembro de 2011

Exato Momento - Zé Ricardo


 O amor precisa da sorte
De um trato certo com o tempo
Pra que o momento do encontro seja pra dois o exato momento
O amor precisa de sol
E do barulho da chuva
De beijos desesperados
De sonhos trocados da ausência de culpa
Talvez o amor só seja assim pra mim
E pra você não seja nada disso
Mas eu prometo tentar aprender a te amar do jeito que for preciso (3x)
Do jeito que for preciso, do jeito que for preciso, do jeito que for preciso...
Mas se o amor quiser mudar as leis do que é certo
Ele faz que o improvável aconteça
Quando o amor vier não tema, tenha fé
Que ele será seu olhar, esplendor e beleza
Talvez o amor só seja assim pra mim
E pra você não seja nada disso
Mas eu prometo tentar aprender a te amar do jeito que for preciso.(2x)
Do jeito que for preciso, do jeito que for preciso...





Relacionamentos


 Sempre acho que namoro, casamento, romance, tem começo, meio e fim. Como tudo na vida. 
Detesto quando escuto aquela conversa:
- Ah, terminei o namoro...
- Nossa, estavam juntos há tanto tempo...
- Cinco anos.... que pena... acabou...
- é... não deu certo...
Claro que deu! Deu certo durante cinco anos, só que acabou. E o bom da vida, é que você pode ter vários amores.
Não acredito em pessoas que se complementam. Acredito em pessoas que se somam. 
Às vezes você não consegue nem dar cem por cento de você para você mesmo, como cobrar cem por cento do outro?
E não temos essa coisa completa.
Às vezes ela é fiel, mas é devagar na cama.
Às vezes ele é carinhoso, mas não é fiel.
Às vezes ele é atencioso, mas não é trabalhador.
Às vezes ela é muito bonita, mas não é sensível.
Tudo junto, não vamos encontrar.
Perceba qual o aspecto mais importante para você e invista nele.
Pele é um bicho traiçoeiro. Quando você tem pele com alguém, pode ser o papai com mamãe mais básico que é uma delícia.
E às vezes você tem aquele sexo acrobata, mas que não te impressiona...
Acho que o beijo é importante... e se o beijo bate... se joga... se não bate... mais um Martini, por favor... e vá dar uma volta.
Se ele ou ela não te quer mais, não force a barra. O outro tem o direito de não te querer.
Não brigue, não ligue, não dê pití. Se a pessoa tá com dúvidas, problema dela, cabe a você esperar... ou não. 
Existe gente que precisa da ausência para querer a presença.
O ser humano não é absoluto.
Ele titubeia, tem dúvidas e medos, mas se a pessoa REALMENTE gostar, ela volta. Nada de drama. 
Que graça tem alguém do seu lado sob pressão?
O legal é alguém que está com você, só por você. E vice-versa. Não fique com alguém por pena. Ou por medo da solidão. Nascemos sós. Morremos sós.
Nosso pensamento é nosso, não é compartilhado. E quando você acorda, a primeira impressão é sempre sua, seu olhar, seu pensamento.
Tem gente que pula de um romance para o outro. Que medo é este de se ver só, na sua própria companhia?
Gostar dói. Muitas vezes você vai sentir raiva, ciúmes, ódio, frustração... Faz parte. Você convive com outro ser, um outro mundo, um outro universo.
E nem sempre as coisas são como você gostaria que fosse... A pior coisa é gente que tem medo de se envolver.
Se alguém vier com este papo, corra, afinal você não é terapeuta. Se não quer se envolver, namore uma planta. É mais previsível.
Na vida e no amor, não temos garantias. 
Nem toda pessoa que te convida para sair é para casar. Nem todo beijo é para romancear. 
E nem todo sexo bom é para descartar... ou se apaixonar... ou se culpar...
Enfim...quem disse que ser adulto é fácil ????